Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]

AQUELA 'ELA'

Era uma menina linda, mas para o azar de todos, aquela era uma noite em que ela não queria conhecer ninguém.
Porque conhecer significa aprender, que por sua vez lembra 'apreender' e naquela noite ela não queria armazenar nada, queria justamente o contrário, ela queria se esvaziar.
Ela queria esvair-se.
Bebeu tequila e voltou pra casa.
Naquela noite choveu muito e o cheiro dos telhados molhados entrava pela janela  aberta do seu quarto.
Ela sabia que estava lá, mas não lembrava de ter chegado.
Adormeceu pensando que se a gente percebesse que o sol mesmo com céu nublado não deixa de queimar, não perderíamos a esperança assim tão fácil.
Nem quando aquela pessoa que está naquele pedacinho de não sei onde, decide desaparecer levando muito mais do que a si própria.
A maçã que não é tonta nem nada, já se fez de natureza morta faz tempo que é pra não virar torta.




Juan Barto