Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIA.
Tomo um gole preto, quente e longo para não mais dormir.
Observo com enfado os enfadados e como um caleidoscópio entrando em combustão espontânea, me explodo e me reagrupo em mosaico.




Juan Barto