Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
Quero morangos e capuchino com chantili!
Ao invés disso, tomo um gole preto longo pra não mais dormir.
Eu observo com enfado os enfadados, e se assim antipático eu pareço é porque não pereço e a vocês eu não cedo.
Eu mesmo me faço, eu mesmo me desfaço em milhões de pedaços, eu mesmo me refaço com todo o cuidado como um caleidoscópio entrando em combustão espontânea até reagrupar seu mosaico.
Morrerei se for o caso, mas não assim, encolhido em um canto de parede.
Todos saberão que o cadáver teve que cair e não meramente ficar onde já estava.
Sentado sentindo frio perante o sol, pensando "Isso não é bom! Isso não é normal!"



Juan Barto