Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
A meia luz deixa o quarto como se fosse um útero.
Eu ando pelas linhas finas dos banjos, e os anjos pedem pelo amor de Deus pra que eu volte.
Eu prefiro antes pegar um solzinho sozinho.



Juan Barto