Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIAS.
Eu vejo que o meu caderninho está ficando sem folhas.
Eu vejo que o meu peixinho não faz mais tantas bolhas.
Eu vejo que a minha árvore já não tem tantas folhas.
Eu vejo que o meu plástico está quase sem bolhas.




Juan Barto