Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
E pra me acalmar eu ando.
Converso comigo mesmo andando a esmo... As vezes canto.
No dia que achar o zíper dessa fantasia que uso, garanto que desuso.
No dia que achar meu lugar no mundo, me mudo.
Sei que esse texto é uma ferida aberta pronta pra infeccionar, mas só queria parar de achar que vai dar tudo certo antes de não dar.
Porque eu, na procura de um "tu", achar um "ele", de repente até um "eles", ai é gramática má.
É perder outra vez, mais uma vez.
Querer é verbo que acaba com o sujeito.



Juan Barto