Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]

ALEGRIA MEDROSA

Existem pensamentos que são que nem moscas, a gente espanta e eles voltam a pousar no mesmo lugar.
Ele estava assim fazia uns dias.
Pensou nas suas certezas e nas suas vontades, tentou adivinhar qual grau de parentesco existiria entre elas. Qual o nível de afinidade.
Certas alegrias são como correr em chão molhado;  medo de cair a qualquer momento.




Juan Barto
Causar em alguém a mesma sensação maravilhosa de um gol de falta.





Juan Barto

Hoje eu acordei não raivoso, não travoso, não amargo, não azedo como todo dia.
Dei beijo nas bocas das canecas e bom dia para as cadeiras da cozinha.
Peguei um pensamento que tinha da moça ruiva bonita
e pus embaixo da camisa.
Me agachei, abraçando os meus joelhos como se fosse ela.
Ignorei o chiado da chaleira e dormi dessa maneira, parecendo uma torneira.
Aquecendo meu carinho platônico como quem choca um ovo.
E sorria enquanto o fazia.



Juan Barto
Não deu mais cupim nos meus barcos de papel, não deu mais insetos nos frutos da minha imaginação.
O balde encheu, o leite ferveu e o fogo matou os micróbios que tinha que matar.
E o que não dá mais é porque já deu, o sapato não cabe mais, o pé cresceu!
Nessa novela viva, o final não tem sexta feira certa.

------------------------------------------------------------------------

Alíce é um belo nome.
Alíce é uma bela menina.
Alíce é uma bela história.

------------------------------------------------------------------------

Um rosto como o seu eu não esqueceria.
Não um rosto como o seu.
Até esqueceria.. Só pra me surpreender toda vez, toda vida, todo dia.



Juan Barto
- Os mosquitos sumiram!
- Não sumiram não. Você que não está mais sentindo.



Juan Barto
E enfim percebeu que pelo menos pra ele, a música havia terminado.
Tirou os sapatos querendo chorar e foi se sentar na calçada pra esperar o dia clarear e seu ônibus voltar a passar.
Chegar em casa cansado, exausto de ficar em pé a noite inteira e não dançar.
Com a garganta fechada, a cabeça cheia e o coração apertado, ele se deitou de lado.
Sentia a pedra do meio fio fria contra seu rosto e surpreendentemente aquilo não lhe gerou desconforto.




Juan Barto
Eu te gosto com a timidez dos que procuram escondidinhos na calada da noite uma palavra estranha no dicionário, e com a intensidade feroz de quem não a acha.
Mas eu de fato não sei ler você.
E você também não sabe se escrever pra mim.
De um lado falta habilidade, do outro, interesse.




Juan Barto