Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
Existe a alegria suja e existe a alegria 'sujada'.
A alegria suja é aquela que a gente traz na testa suada após uma dança improvisada.
Nas pernas enlameadas após o futebol debaixo de chuva na calçada.
Com a boca melada de manga, de beijo, de 'baga'.
A 'sujada' é aquela que os homens frustrados por não poderem comer açúcar quando crianças, assoam seus narizes, pregando etiquetas de "NÃO PODE!" em placas.
Acham que corrompendo uma coisa que já existe
seriam eles mesmos menos tristes.


juan barto