Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
Hoje vi um gato sendo atropelado por um carro.
Pensei como é paradoxal, num dia a gente é o carro, no outro a gente é o gato.
Imediatamente mergulhei nesse mangue preto, nesse pântano viscoso que é a memoria, e lembrei do cavalo do filme "História sem fim".
Se eu tivesse me apressado, teria salvo aquele gato.
Isso teria sido bom pra ele, e mais ainda pra mim.

----------------------------------------------------------------

Ah, como eu queria ser a fada festeira mais dançante e mais doceira.
Mas as festas são tão longe, e eu não tenho dinheiro pra comprar nem asas, nem trenó  e nem vassoura.

----------------------------------------------------------------

Ela é o pedaço de carne morna mais lindo e amável de todo esse pasto chamado 'mundo'.
Queria pernoitar dentro de suas calças, acampar na sua vida, entrelaçar nossos dedos e 'estrelaçar' nossos planos.



Juan Barto