Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIA.
-Mãe, aquelas cores não sabem brincar!
-Que cores, meu bem?
-Aquelas da caixinha! As luzinhas! Ó, a verde vem, passa um tempão ai a amarela mal entra e a vermelha já entra e toma a frente dela!
A mãe sorriu emocionada.
-Querida, venha, vamos atravessar a rua, me dê a mão!



Juan Barto