Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIA.
A inspiração é que nem gato, passa dias fora vaga(bu)ndo e só aparece quando quer.
Numa bela manhã, a gente acorda e está lá... Dormindo ao pé da cama.

-----------------------------------------------------------------------------

Perspectivas-marshmallow.
Expectativas-expectorantes.
O 'se' é um 'sim' ainda no casulo.



JuanBarto
A roda foi sem dúvida uma revolução, um estouro na história, mas se você observar bem, os quadrados tem tanta importância quanto, e digo mais, os quadrados é que estão realmente no comando.
Agora mesmo, tem um literalmente na sua cara e outro no seu bolso.
A roda tem mais carisma porque desliza.

------------------------------------------------------------------------------

Pelos que saem do rosto nada mais são, do que as raízes das idéias.
A barba do homem é selvagem, já as mulheres, tem sobrancelhas harmoniosamente mais delicadas, mais bonitas. Assim como as unhas.
[Ah,sim, eu como as unhas.]




Juan B.
Se o corpo é casca, a alma é suco.
Cabelos cheirando a chiclete? Pensar é  fazer bola.
Ontem eu dormi e minha cabeça tava sintonizada no seu canal.
Adormeci a dor, merci!




Juan Barto
-Se você jogar uma semente numa pilha de carvão, você espera que cresça alguma coisa?
-Depende do quanto eu regue! - Responde o menino com um sorriso de triunfo. Sorriso de quem acertou quem era o assassino antes do fim do filme.
-Aí é que está, seu problema é sempre ser óbvio e isso já se tornou óbvio.
-E então o que? - Pergunta de má vontade, franzindo a testa irritado e cruzando os braços.
-Não vai crescer nada. Carvão não se rega. Se queima!
-Foi o que eu quis dizer.
-Não é a toa que 'quis' rima com 'giz'. Você passa a mão por cima e tudo fica esfumaçado, difuso, ruim de compreender. Seu cérebro comanda seus olhos, e não o contrário.
'Lógica' seria a proparoxítona adequada pra guiar você!
E após ter mexido com os pensamentos do menino, o velho voltou a mexer seu café com leite.





Juan Barto
Já vi muito carro capotar em linha reta.
Não subestime o fácil.




Juan Barto
Nós somos as coisas que vivem no estômago da vida.
Somos regidas por cordões muito tênues, engrenagens muito sutis.





Juan Barto