Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
Como um bom insône, todo dia ele é o primeiro a ver o céu clarear.
Como se fosse aquele funcionário que tem que chegar antes de todos pra abrir a loja.
Passa as noites reparando como a lua parece uma banana de luz.

-------------------------------------------------------------------------

A luva se apaixonou pela meia.
Mesmo número de dedos e uma função em comum: Aquecer coisas por dentro, por exemplo meus pés, doloridos de tanto dar a volta por cima.

-------------------------------------------------------------------------

Chorou que suou.
Encontro das águas, dos sais.
Aquarela não chore! Assim você se mancha e se desmancha.
Não se estrague e nem se entregue, não adquira alergia à alegria.


Juan Barto