Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIA.
Evite dormir com o cabelo molhado/ O forno ligado/ Com homem casado.
Evite sair do compasso/ Com o tempo fechado/Em ônibus lotado.
Evite comprar, evite o fiado, evite tornar-se um indivíduo endividado.
Evite os fiapos e os velhos tarados.
Evite esquecer o celular ligado no cinema/ Na biblioteca/ No teatro.
É um saco!
Evite o marasmo, modere o sarcasmo.
Evite os vizinhos incomodados e os parentes acomodados.
Evite os mal-olhados, os mal-amados e os ultrapassados.
Evite ser atropelado, tapeado ou estapeado.
Evite fazer pactos, evite a otite e atente aos ditados.
Evite ser evitado.
Evite ficar em casa aos sábados a não ser que esteja muito cansado
ou muito bem acompanhado.
Nesse caso... Evite o evitável.
Evite o alvo. Evite ativar o 'auto'.
Evite o tráfego.
Evite o término, evite ao máximo.





Juan Barto