Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIA.

AMOR(TO)

A criança quando perde o seu primeiro dente de leite, percebe assustada que a vida a partir dali não será fácil.
Elas crescem e os dentes crescem também.
O adulto quando perde o seu primeiro amor, percebe assustado que a vida a partir dali não será a mesma.
Amor é como um dente definitivo, se cair, caiu. Aprenda a conviver com esse buraco, ou use um postiço no lugar.




Juan Barto