Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIAS.
Não tenho pra quem ligar agora, por exemplo, pra dizer:
"Acorda! Acorda! Colocaram uma manhã inteira cor-de-pêssego no meu prato e eu não sei se dou conta de comer tudo sozinho, pensei se você não gostaria de dividir comigo..."
Entusiasme-me sem mi-mi-mi.
Quero sentir outra vez que jogaram Sonrisal no meu sangue.
Não aceito ser o degradé da sua cor, quero ser cor também!
Chega de derivados. Quero a essência.

-----------------------------------------------------------------------




Juan Barto