Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
Lágrimas tem sotaque, escorrem pelo rosto de barba-praça, que parece um labirinto, como um lençol freático, pulam do queixo como se fosse um precipício e caem no tapete escuro do quarto fazendo 'Dji' e Txi'' ao invés de 'Di' e 'Ti'. 
Eu e minha mania de começar finais, de finalizar começos e de permear e pernoitar sempre no meio porque o meio é quentinho.
Mas como em todo banho morno, quando se sai da água o frio vem dobrado.
O meio modifica o ser e o ser modifica o 'será', transformando-o em 'seria'.
O ruim de quando se fica muito tempo quieto é que a solução é ficar mais quieto.
Crescer dói nos ossos.
O carinho está nos detalhes. Está em quem lembra dos detalhes...



Juan Barto