Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
[LÁ FORA]

A pequeneza de espírito do 'homem-pouquinho', que joga baixo, que gosta de diminuir os outros com seu coração anão batendo sempre com o vigor da vigarice.

[CÁ DENTRO]

Isso de ter que ir quando chamam e ter que ficar quando mandam ou quando esquecem de chamar, só dura até a gente aprender a ter autonomia e fazer as calçadas deslizarem pelos nossos pés na hora que der vontade de dar vontade.



Juan Barto