Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
Estava eu no ônibus hoje, quando numa dessas paradas bem movimentadas subiu um cara sem um braço.
Um cara sem um braço, claro, chama logo a sua atenção.
Numa curva fechada, dessas que te obrigam a fazer manobras estilo kit-surf pra se equilibrar, o 'cara-de-um-braço-só' agarrou-se no ferrinho com a mão direita e apoiou as suas costas nas costas da cadeira à minha frente, ficando quase de lado pra mim.
No celular de algum passageiro, tocava uma canção religiosa.
'Segura na mão de Deus'
O maneta me deu uma olhada debochada e falou sarcástico : 'Se eu segurar na mão de Deus, eu caio!'
Não tive como não rir
Ele também não.



Juan barto