Funcionário do mês

[ CRÔNICAS, CONTOS, POESIA CONCRETA ] [ ILUSTRAÇÕES ] [ FOTOGRAFIAS ] [ VÍDEOS ]
Anoiteceu, o sol finalmente atrás das grades.
Encarcerado como uma fera piromaníaca.
Como uma pimenta rainha, prima de 1º grau das queimaduras de 3º grau.
O moço e a moça agora riem de 'rien'.
Os gostos bons quando morrem vão para o céu da boca.

-----------------------------------------------------------------------

Os problemas são como o vento, você não consegue vê-los diretamente, mas consegue senti-los bagunçando cabelos, batendo portas, espalhando lixo, destelhando casas, chacoalhando as janelas da sala, parecendo um bicho querendo entrar.
Acalme-se! Respire-se!
Sublinhe o que for sublime.

-----------------------------------------------------------------------

A caneta porosa molesta por horas com sua ponta de ferro o papel macio de coxas lisas e brancas.
Dobrando-a de(A)4 até fazer vincos, até formar vínculos.
Metendo pau(tas) com força nessa folha virgem, que é pra ela ter histórias pra contar.




Juan Barto