Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIA.
Esquinas são os cotovelos das ruas cutucando a sociedade nas costelas, expondo realidades urticantes em vitrines sem vidros.
Pra quê cortinas transparentes para esconder o óbvio?
O jeito é usar cordas vocais para armar nossa rede o mais alto e distante possível disso tudo, e tentar dormir apesar do barulho de pistolas de diamantes vomitando balas com pontas de caneta Bic cristal.
Os presos tem pressa. A pressa tem presas.

-----------------------------------------------------------------------------

Não tenho mais paciência para amores "criança"; onde boa parte do tempo é você;
''Desce dai!''
''Não mexe nisso... vai quebrar... viu? Eu disse pra não mexer!''
''Fica quieto um segundo!''
Também não tenho mais paciência pra amores "adolescente"; que não podem ser contrariados se não sobem na mesa e disparam tiros de megafone nos transeuntes.
Há pessoas que querem demonstrar bem querer batendo sua cabeça na nossa, batendo a porta do quarto com força até rachar a parede, até despregar os posters, até trincar a madeira, até entortar a maçaneta de uma vez por todas e terminarem sozinhos, trancados por dentro.
'Hormônio' realmente não é o masculino de 'harmonia', aliás, são de uma diferença de grosso calibre.






Juan Barto