Funcionário do mês

CRÔNICAS, CONTOS E TEXTOS POÉTICOS, NÃO POESIA.
Eu tento todos os dias ser uma boa mãe solteira para essa saudade que nós dois ajudamos a colocar no mundo.
Tento não lhe incomodar pedindo pensão, mas coração assim fossiliza, vira uma almôndega de calos com textura e comportamento de calcanhar.
Tem que (j)untar bem de vez em quando e dar aquela viradinha pra não assar só de um lado.
Adormeci pensando que antes de nascer a gente almeja encorporar, crescer e encorpar a alma antes de morrer!
Raios dourados por todos os lados. Acordei com  o sol já pondo o dedo na minha cara!


Juan Barto